Jaru: Polícia recupera gado que havia sido furtado em propriedade de Ji-paraná

Jaru: Polícia recupera gado que havia sido furtado em propriedade de Ji-paraná

A polícia recuperou no final da tarde desta quinta-feira (26), 40 cabeças de gado que foram furtadas na madrugada do dia 24 na Fazenda Bandeirantes na cidade de Ji-Paraná. A polícia daquela cidade iniciou as investigações por meio de um lacre de um frigorifico que a vítima encontrou no local do crime. A partir daí chegaram até o motorista de um caminhão Mercedes Benz, que ao ser questionado, disse não ter negociado frete e nem o transporte do gado, porem  afirmou que na noite do furto havia emprestado o caminhão para o seu vizinho identificado como Gesimar Antônio de Souza vulgo Preto, ao ser localizado, Gesimar disse à polícia que havia somente feito um favor a um tal de Leo, que na noite do furto havia pedido para ele efetuar o transporte do gado até o Município de Machadinho, e que o frete havia sido contratado por uma mulher identificada como Kátia.

Os animais foram desembarcados em um sítio localizado na Linha 605, próximo a Vale do Anari.

O filho do dono da propriedade que recebeu os animais F.R, negou para polícia as acusações feitas contra ele, assegurando não ser autor da compra do gado e que apenas estaria cedendo pastagem para Kátia. Ao ser conduzido a Delegacia de Polícia Civil de Jaru, ele prestou depoimento ao Delegado Dr. Salomão de Matos Chaves, e negou qualquer envolvimento com o furto.

F.R nos procurou na madrugada desta sexta-feira 27, informando que não foi preso e que os fatos estavam sendo apurados pela polícia, e sua participação já estava sendo descartada.