Lazinho da Fetagro destaca ganhos do Estado com fim da vacinação contra febre aftosa

Lazinho da Fetagro destaca ganhos do Estado com fim da vacinação contra febre aftosa

Com a retirada gradual da vacinação a tendência é valorizar o produto e abrir novos mercados.

O deputado Lazinho da Fetagro (PT) falou durante a sessão ordinária desta quarta-feira (25) da Assembleia Legislativa, de reunião ocorrida nesta manhã entre a Comissão de Agropecuária e Política Rural e representantes do Mapa, o presidente da Idaron, Anselmo de Jesus, secretário de Agricultura, Evandro Padovani e entre outros representantes do setor produtivo, para debater sobre o Plano Estratégico 2017-2026 do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção de Febre Aftosa (PNEFA). O parlamentar informou que o Plano foi apresentado e discutido o planejamento proposto para tornar os Estados de Rondônia e Acre livres da febre aftosa sem vacinação. De acordo com o Plano Estratégico, Rondônia e Acre serão os primeiros estados a pararem de vacinar, em junho de 2019.

No encontro foi ouvido o diretor do Departamento de Saúde Animal no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Guilherme Marques, que explanou o planejamento para a retirada da vacinação e sanou dúvidas dos presentes. “Apesar de toda a responsabilidade que temos, entendemos a necessidade de Rondônia iniciar o procedimento para ousar e valorizar nosso produto no mercado internacional” declarou Lazinho. Segundo o parlamentar a participação dos produtores será muito importante e esta ação de ser livre sem vacinação trará maior lucratividade ao Estado. “Já estamos há 15 anos livres de febre aftosa com vacinação e se continuarmos vacinando assumimos que, ainda há riscos”, explicou Lazinho. Lazinho parabenizou o governador Confúcio Moura (PMDB) pela coragem de assumir esta responsabilidade e o Estado só terá a ganhar com a valorização e abertura de novos mercados. “Rondônia está preparada para assumir mais esta tarefa. Estamos entrando no mercado dominado pelos europeus com esta atitude”. O parlamentar finalizou exaltando o trabalho técnico realizado pela equipe da Idaron que fiscaliza e mantém até o momento a sanidade de todo o rebanho de Rondônia.

Fonte: Decom-ALE

Edição: Assessoria Parlamentar